O grupo mineiro Sepultura, um fenômeno musical que dura

No Brasil e no mundo, urbi et orbi, o Sepultura é considerado uma das maiores bandas de metal do planeta. Parafraseando o site brasileiro de música Vagalume, quem teria previsto tal trajetória para esta banda de Belo Horizonte nascida em meados da década de 80?

https://www.vagalume.com.br/sepultura/biografia/

Após 36 anos e algumas mudanças de músicos, o Sepultura tem 15 álbuns de estúdio e dois álbuns ao vivo, para não mencionar inúmeros clipes e singles. A banda se apresentou em todos os principais palcos do mundo, incluindo o Bataclan. A longevidade talvez possa ser explicada pelo desejo de produzir música diferente, com uma mensagem original em comparação com a de outras bandas de Metal. Podemos nos vestir de preto e ter um discurso de tolerância, anti-racismo e pacifismo.

Andreas kisser, guitarrista e compositor da banda não hesitará em castigar o imperialismo e o perigo representado pelo governo « reacionário » Trump, Bolsonaro mas também o governo ultraconservador polonês. Ele denunciou em termos inequívocos a retirada de todos os ganhos sociais e societais realizados durante os mandatos dos presidentes americano, brasileiro e polonês (nota do editor húngaro e russo…??) (www.tenhosmaisdiscosqueamigos.com).
A canção « território » é provavelmente a mais política. As outras músicas « imperdíveis » são

-Morbid visions
-Phantom self
-Arise
-Refuse/resist
-Propaganda
-sepulnation
-Inner Self
-Attitude
-Roots bloody Roots
O álbum « Raízes », com a participação de Carlinhos Brown, foi parcialmente gravado em uma tribo Xavantes de Mato Grosso. Talvez esta seja um pouco a alma deste grupo nascido nos últimos anos do regime militar, que recordou suas sensibilidades sociais e seu compromisso com a defesa dos mais frágeis e indígenas brasileiros.

https://www.hojeemdia.com.br/almanaque/sepultura-comemora-30-anos-com-show-em-belo-horizonte-1.287848

 

Votre commentaire

Entrez vos coordonnées ci-dessous ou cliquez sur une icône pour vous connecter:

Logo WordPress.com

Vous commentez à l’aide de votre compte WordPress.com. Déconnexion /  Changer )

Image Twitter

Vous commentez à l’aide de votre compte Twitter. Déconnexion /  Changer )

Photo Facebook

Vous commentez à l’aide de votre compte Facebook. Déconnexion /  Changer )

Connexion à %s